“A humanidade pode e precisa aprender com essa pandemia. O enfrentamento da pandemia causa uma crise econômica de enormes proporções! É ainda difícil medir quão fundo ela irá. Isso é um fato. Não há espaços para lamentações!

Aquelas soluções mágicas de crises anteriores com os bullets do que fazer para reduzir custos e sobreviver não são mais aplicáveis. É hora de cérebro e coração caminharem de mãos dadas. Isso nos leva a buscar, de maneira coletiva e inclusiva, soluções inovadoras que considerem todas as pontas.” (Walter Braga)

Prezados clientes, amigos e empresários,

Toda crise traz consigo grandes problemas, mas também oportunidades! Esse é um mantra sempre repetido quando nos deparamos com situações de instabilidade econômica como tantas que já vivenciamos.

O momento nos leva a uma reflexão ampla e profunda com o olhar e o cuidado que só quem viveu tempos de guerra pode relatar. Não são as ferramentas tradicionais que vão nos ajudar a vencer essas crises, a sanitária e, em consequência, a econômica. A visão curta de sobrevivência não trará garantias de que as superaremos. Esse é um momento de grande complexidade!No entanto, ao analisarmos sob uma lente abrangente essa crise vamos perceber que o foco agora é outro. Essa não é simplesmente uma crise com origem nos vícios e fundamentos da economia ou dos movimentos cíclicos que o capitalismo apresenta. A economia está sendo vítima da maior crise sanitária mundial da nossa época, assim como todos nós.Toda crise traz consigo grandes problemas, mas também oportunidades! Esse é um mantra sempre repetido quando nos deparamos com situações de instabilidade econômica como tantas que já vivenciamos.

Dos homens de negócio que exercem papel de liderança, a sociedade e eles mesmos, esperam sempre uma reação rápida, segura e certeira para o enfrentamento das crises. As dúvidas na cabeça dos empresários são inúmeras. O que priorizar? Mantenho o caixa? Preservo os empregos? Postergo as dívidas? E a minha família, meu patrimônio? Minha empresa?

O líder nessa hora é visto como uma figura quase salvadora, todos esperam que ele tenha as respostas para tudo. Na verdade, o líder herói já não funciona. A solidão na tomada de decisão que muitas das vezes é o caminho do líder, se agrava ainda mais em momentos como esses em que todos estão pensando como salvaguardar o barco do desastre. O NÓS, nessas decisões, temos se mostrado mais forte do que o EU.

É momento de transparência, inclusão e compartilhamento de responsabilidades para que juntos, acionistas, funcionários, clientes e fornecedores construam uma mesma agenda buscando as soluções para que seja possível vencer, juntos, essa crise ímpar.

John Nash, um matemático americano, desenvolveu a Teoria dos Jogos onde ele provou que é possível uma solução ganha-ganha. Para isso não é possível esconder o meu jogo nem as minhas intenções. É necessário que cada uma esteja disposto e disponível para ceder posições em busca da solução, que quando encontrada, parece mágica. Temos uma grande oportunidade de sairmos mais fortes como pessoas, como líderes, como empresas e como cidadãos.

É pensando nisto que nós da P4G resolvemos disponibilizar o nosso maior ativo, nosso tempo e experiência, para colaborar com os nossos clientes e amigos de forma voluntária e pro bono. Nosso objetivo é ajudá-los a avaliar o atual cenário e tomar as decisões mais adequadas e possíveis nesse momento.

Entendemos que a crise do Corona vírus trouxe um grande dilema para os empresários, que é lidar com escolhas muito difíceis. Nós da P4G, por filosofia e princípio, acreditamos em um mundo onde a solução passa pelo E e não pelo OU. Não é escolher esse caminho ou aquele, não é escolher demito ou mantenho minha força de trabalho, atraso ou pago a dívida e decisões afins.

A alternativa prudente é um debate para encontrar soluções de consenso onde haja a conjunção de interesses, ideias e opiniões e que elas possam gerar um bem comum e maior impacto sobre o todo. É o espaço onde todos podem convergir: do acionista, passando pelo CEO, colaboradores, clientes, fornecedores e construir, em uma agenda horizontal, a solução onde todos vençam.

Não temos a pretensão de ser a única alternativa para a sua consulta, mas queremos estar próximos e disponíveis para sermos mais uma fonte de aconselhamento, troca de ideias e quebra dessa solidão.

Na prática estamos nos disponibilizando para atuar como um comitê de gerenciamento da transição do Presente para o Futuro. Você poderá agendar um horário para uma conversa com o nosso time ou nos mandar alguma dúvida para que possamos ajudá-lo na avaliação de qual a decisão mais adequada.

Abaixo compilamos uma lista separada em 3 grupos de temas com algumas dicas para ajudá-lo neste momento

Grupo A: Governança, Gestão e Pessoas – Manter a casa em ordem demonstrando uma Liderança moderna

1. Reconheça a crise e a gravidade do problema;

2. Pense em primeiro lugar na saúde da coletividade, adote um plano de contingência para proteger as pessoas;

3. Exerça o seu papel como líder: esteja à frente das iniciativas, mas não tente ser um super-homem, você também é um ser humano e pode ser infectado;

4. Crie um comitê na sua empresa, delegue papéis claros para os seus diretores/gerentes;

5. Faça uma comunicação direta, objetiva e transparente. As pessoas precisam saber o que está acontecendo, isso evita especulações;

6. Use a tecnologia para manter o seu negócio ativo, seja com trabalho remoto, reuniões, entregas, produção, entre outros;

7. Aprenda as boas práticas de como as empresas estão lidando com esta situação, sejam eles, clientes, parceiros e até mesmo seus pares de mercado.

Grupo B: Gestão Financeira – Preservar o Caixa a todo custo. “Cash is King”

8. Esteja próximo dos seus bancos e utilize as linhas bancárias disponíveis para reforçar a liquidez de curto prazo;

9. Suspenda as contratações em aberto;

10. Prorrogue qualquer investimento e/ou compra não necessária para o funcionamento do negócio;

11. Antecipe vendas oferecendo descontos e promoções;

12. Negocie com clientes estratégicos adiantamentos e redução do prazo de pagamento;

13. Renegocie prazos de pagamento com fornecedores e locadores.

Grupo C: Modo de Sobrevivência: Medidas para um cenário de agravamento da crise

14. Gestão diária do fluxo de caixa para decidir que pagamentos possam ser postergados ou não;

15. Fique atentos às políticas emergenciais do governo de alívio de caixa das empresas e estímulos à manutenção dos empregos;

16. Rever/negociar contratos com terceirizados;

17. Avalie possíveis medidas de caráter emergencial relacionadas à gestão de pessoas, que sejam sustentáveis e ponderadas e ainda estejam alinhadas com as medidas de estímulo do poder público;

18. Evite perder talentos, clientes e conhecimento.

Reiteramos nosso objetivo de poder contribuir com nossos clientes e amigos para que possam tomar as melhores decisões possíveis neste cenário complexo de forma a preservar seu negócio e estarem preparados para as oportunidades que se apresentarão quando a crise for debelada.

Ficamos no aguardo de suas manifestações e nos colocamos a seu dispor para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários.

Atenciosamente,

Sócios P4G

Para acessar o material em PDF, clique aqui!